skip to Main Content

Segunda etapa de testes rápidos registra três casos positivos

A segunda etapa dos testes rápidos aplicados por meio de parceria entre Prefeitura de Maringá e três universidades encerrou ontem, 8. Resultado foi encaminhado para secretário de Saúde de Maringá, Jair Biatto. Dos 249 testes feitos entre 3 e 5 de junho, três deram positivo para coronavírus. Na primeira etapa em 20 de maio, dos 194 testes, nenhum foi positivo.
“Apesar de estarmos na metade do projeto, observamos um crescimento no número de casos pelo número de testes rápidos positivos que encontramos”, avalia o chefe do Departamento de Análises Clínicas e Biomedicina e coordenador do Laboratório de Virologia Clínica da UEM,  Denis Bertolini. “Para cada paciente diagnosticado, outros seis não foram diagnosticados por alguma razão”.
Entre motivos estariam disponibilidade de testes, paciente não teria procurado o serviço de saúde, ausência de sintomatologia ou sintomas brandos, entre outros. Total de 443 testes entre as duas etapas indica que 0,67% da comunidade apresenta anticorpos contra coronavírus. Bertolini exlica que percentual significa a prevalência da doença da população. É uma parcial de quantos já entraram em contato com o vírus e desenvolveram anticorpos.
Relatório com cruzamento de dados dos testes rápidos e de questionários tem dez páginas com detalhes sobre perfil, rotina e cuidados de moradores que participaram do teste e pesquisa.
Entre dados estão que 59,6% são do sexo feminino e 40,4% do masculino. Sendo 26,64% com idade acima de 65 anos. Destes, 16,1% são idosos com mais de 80 anos. Representando 4,3% entre total de pesquisados. E 54,9% dos entrevistados tomaram a vacina da gripe e 98,4% usam máscara ao sair de casa, como medidas preventivas, entre outras situações.
Denis Bertolini analisa dados na pesquisa. Resultado final será usado para prefeitura de Maringá elaborar medidas de prevenção ao coronavírus na cidade. Terceira etapa será realizada no dia 17 de junho e quarta etapa em 1º de julho. Um total de 950 testes serão aplicados em diferentes ruas e bairros da cidade. Fazem trabalho de campo a Universidade Estadual de Maringá, Uningá e Unicesumar.
Resultado de teste sai na hora e é mostrado para morador
Foto: PMM
Compartilhe:

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top