skip to Main Content

Saúde regulamenta testagem rápida em farmácias

A Secretaria de Saúde Maringá publicou uma nota técnica para regulamentar a testagem rápida de covid-19 em farmácias do município. A comercialização de testes e prestação do serviço de coleta neste tipo de estabelecimento foi liberado pelo Ministério da Saúde no dia 28 de abril (Resolução RDC nº 377). O documento municipal vai estabelecer protocolos seguros para execução.
Os estabelecimentos deverão solicitar autorização da Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Sanitária, para oferecer o serviço. Após análise da estrutura e se os testes comercializados têm verificação da Anvisa, a secretaria incluirá autorização no alvará da farmácia.
Todos os pacientes testados deverão ser notificados ao Centro de Informações e Estratégia em Saúde (CIEVS) municipal, por meio de um documento padronizado, disponibilizado na ficha técnica. Os casos passarão a ser incluídos nos boletins diários sobre coronavírus quando os alvarás forem validados pela vigilância.
Até as 11h desta quarta-feira, 27, nenhuma farmácia de Maringá havia sido autorizada pela Vigilância Sanitária a prestar o serviço de testagem rápida. A lista de estabelecimentos autorizados será publicada no site oficial da prefeitura conforme atualização.
Saiba Mais
Confira a nota técnica da Secretaria de Saúde em anexo ou neste link.
Testes rápidos poderão ser aplicados nos estabelecimentos validados pela Vigilância Sanitária Municipal.
Thiago Louzada
Compartilhe:

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top