skip to Main Content

Educação adota plano emergencial de aprendizagem não presencial

A Secretaria de Educação de Maringá adotou plano emergencial de aprendizagem não presencial, para dar sequência ao ano letivo dos alunos da rede municipal de ensino. O documento garante o fim das aulas em 21 de dezembro e a disponibilização de apostilas, livros didáticos, literários e outros materiais que variam de acordo com a atividade proposta para cada turma. As medidas começam a valer a partir da próxima segunda, 25.
Os materiais serão renovados a cada 15 dias. Os pais serão comunicados sobre dia e horário de retirada e entrega das apostilas pelos professores responsáveis por cada turma, que deverá ser realizada mediante agendamento prévio. Na retirada, os pais deverão assinar termo de responsabilidade pelo material entregue.
“Para evitar aglomerações nas escolas e creches, pedimos para que apenas um representante por aluno retire o material. As atividades recebidas pelos professores passarão por critérios rígidos de higienização antes da correção, como forma de prevenção  coronavírus”, explica a secretária de Educação, Gisele Colombari.
O documento mostra, também, que todas as atividades realizadas em casa, terão um retorno por parte dos professores, que farão devolutiva por telefone ou qualquer outro meio que julgar apropriado. As medidas também valem para alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Educação Especial.
A elaboração das atividades será supervisionada por psicólogos, terapeutas ocupacionais e professores de apoio. Atendimentos realizados pelo Centro Municipal de Apoio Especializado (Cemae) serão feitos por meio de aplicativo, com áudios e vídeos de orientação para as famílias.
As atividades extraclasses foram disponibilizadas para manter a rotina de estudos das crianças durante isolamento domiciliar
Compartilhe:

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top